Notícias

UNIESP – Mooca: UNICAPITAL lança novo curso de Engenharia da Mobilidade

Data: 23/12/2016 | 0 Comentário


Compartilhe

          

A noite de 14 de dezembro foi um marco para o Centro Universitário Capital – UNICAPITAL com o lançamento do novo curso de Engenharia da Mobilidade. A cerimônia, realizada no auditório da unidade, recebeu presenças ilustres de autoridades, profissionais, professores e estudantes.

Na abertura do evento, o público prestigiou o Hino Nacional tocado pelo violinista e aluno do curso de Direito, Daniel de Albuquerque. Na sequência, houve a formação da Mesa Diretora composta pela reitora da UNICAPITAL, professora Cláudia Pereira, a pró-reitora da IES, Vera Lúcia Maluly, o diretor da Gestão Acadêmica da UNIESP, Ericson Dias Mello, o engenheiro e docente da UNICAPITAL, Luiz Vasco Puglia, e o presidente da FENAAC, José Roberto Prebill.

Nas palavras da reitora da instituição, Cláudia Pereira ressaltou que aquele momento era muito aguardado pela comunidade acadêmica. “Acabamos de conceber um filho. Digo filho, porque um projeto de curso tão desejado e concebido por pais talentosos e experientes, aliados a um lar (que é o nosso Centro Universitário) que possui base de excelência de ensino, resulta em um filho perfeito”, enalteceu.

Ainda segundo a reitora, tal iniciativa inovadora é a prova de que uma instituição de ensino não é uma ilha, isolada e sem ouvidos aos anseios da sociedade. “A educação para ser transformadora, precisa ser inovadora e sintonizada com os avanços tecnológicos, inclusivos e democráticos, que enfatizem o homem em seu meio. O Centro Universitário Capital assume o compromisso de que a Engenharia da Mobilidade e o curso Tecnológico na respectiva área, rompe com o estigma de barreiras acadêmicas, se abrindo para a construção participativa de projetos que inspiram grandes transformações na educação e na sociedade”, completou Cláudia Pereira.

Já o diretor Ericson Dias, um dos idealizadores do projeto, fez questão de ressaltar que o curso foi efetivamente construído a várias mãos. “Ao todo, foram 25 profissionais de diversos setores. O projeto foi exaustivamente discutido e, assim, podemos fazer a leitura de qual profissional o setor necessita”, explicou. O presidente José Roberto, por sua vez, exaltou a importância da instituição e sua ampla visão de futuro.

No decorrer do evento, o diretor Ericson explicou a construção do projeto e na sequência promoveu uma Mesa de Debates com o tema “Mobilidade Urbana: Desafios para as cidades brasileiras”. Participaram da discussão Sandro de Lima Comunalli (Revista Metropolitana), Flávio Brito dos Santos e a professora Ilona Schiffer. Após as explanações, o público teve a oportunidade de fazer perguntas aos debatedores.

A pró-reitora da UNICAPITAL, Vera Maluly, revelou que foi mais de um ano trabalhando neste projeto, porque é sabido a urgência da melhoria da mobilidade. “Que benção que a gente pode melhorar tudo isso, contribuir para esse progresso, contribuir para que essa cidade e esse país possam se mover melhor. A mobilidade começa quando eu ponho o pé na rua. Eu tive um pai cadeirante, então a gente sabe o quanto a cidade não está preparada pra isso. Oxalá a gente esteja trazendo mais uma sementinha em busca de uma cidade melhor, em busca de possibilidades melhores para as novas gerações e para nossa velhice”, concluiu.

Saiba mais sobre o curso de Engenharia de Mobilidade:

O curso de Engenharia da Mobilidade é um curso de Bacharelado com duração de 10 semestres, com carga horária total de 3.753 horas e que se baseia no estudo do desenvolvimento de sistemas de transportes voltados para soluções de questões estratégicas, táticas e operacionais, englobando a parte de planejamento, integração, infraestrutura e gestão de sistemas. Trata-se, portanto, de um curso inovador, cujo projeto foi escrito a várias mãos e com a participação efetiva de profissionais dos segmentos de transportes e da mobilidade urbana.

O curso de Engenharia da Mobilidade almeja que o profissional por ele formado seja capaz de:

  • Desenvolver abordagens sistêmicas no setor de transporte que visem ao alcance da eficiência no planejamento e nas operações de redes de transporte;
  • Planejar, projetar, executar e administrar empreendimentos, com visões holística e humanística, integrando-se ao contexto socioeconômico da região em que esteja inserido;
  • Desenvolver a análise de sistemas por meio da supervisão de resultados econômicos, prestação de serviços e impactos gerados visando à qualidade de vida nas cidades e da sociedade.

De forma geral, o curso de Engenharia da Mobilidade deve trabalhar a formação de um profissional que seja sensível às questões de sustentabilidade, com domínio de técnicas e dos sistemas de transporte, com habilidade para projetar, operar e realizar a manutenção de sistemas, apto a trabalhar no planejamento e na gestão de sistemas de transportes e nos sistemas de logística. Enfim, um profissional capacitado e preparado para o setor de transporte e mobilidade de forma integrada, com articulação e conhecimento sobre as políticas públicas do setor e a integração das políticas setoriais com as políticas de desenvolvimento urbano. A formação de profissionais com este perfil contribuirá, de forma importante, com o desenvolvimento do setor e, de forma mais abrangente, com o desenvolvimento do país.

Para que os objetivos do curso se concretizem e para que ele forme o egresso descrito, o Curso de Engenharia da Mobilidade foi estruturado com componentes curriculares e disciplinas em 11 Eixos de Formação: Formação Básica; Formação Geral e Complementar; Formação Geral em Engenharia; Mobilidade Urbana; Engenharia de Transportes e de Sistemas; Operação e Manutenção de Sistemas de Transporte; Mobilidade Urbana e Sustentabilidade;  Licenciamento; Gestão Empresarial e Engenharia Econômica; Urbanismo, Planejamento e Gestão Urbana; Disciplinas Eletivas; Trabalho de Conclusão de Curso.

O curso de Engenharia da Mobilidade, portanto, além de importante e inovador é urgente, pois vem preencher uma lacuna no estudo das Engenharias e formar um profissional há muito requisitado, em especial nas grandes cidades como a cidade de São Paulo e seu entorno.




Deixe seu comentário
Seu endereço de e-mail não será publicado.




    Seja o primeiro a comentar!