Escrever uma redação sempre causa muitas dúvidas nos universitários, inclusive, na hora do exame do vestibular. Mas fique calmo, pois vamos te passar algumas dicas cruciais para você elaborar uma redação clara, concisa e que atenda a todos os requisitos exigidos pela banca examinadora. Vamos lá?

1) Não fuja do tema:

Esta é uma falha decorrente nos exames de vestibular e que pode fazer com o que o aluno tire nota zero na redação, segundo os educadores. Para não correr esse risco, a nossa dica é ler a proposta e grifar as palavras mais importantes;

2) Preste atenção no gênero textual:

Na tentativa de ser original, muitas vezes os candidatos escrevem uma narrativa, quando o que se pede é uma dissertação. A principal característica da dissertação é a argumentação, ou seja, a defesa de uma tese. Já na narração, conta-se uma história sem ter a necessidade de apresentar explicações;

3) Coesão e coerência:

Nunca se esqueça de manter o texto coeso. As informações não podem aparecer perdidas e precisam manter um mesmo sentido. Também é fundamental não utilizar elementos contraditórios;

4) Errar a grafia ou concordância das palavras:

Fique atento na hora de formular frases, pois se estiverem desestruturadas poderão comprometer a leitura do texto. Neste caso, pode haver até perda de pontos;

5) Verbos no imperativo:

Expressões de ordem ou que representam uma conversa com o leitor, não devem ser usadas. A ideia não é que o leitor reflita e sim que a discussão do texto seja feita pelo candidato.

6) Pessoas gramaticais:

Não comece o texto usando ‘nós’, não mude para a terceira pessoa ou encerre usando ‘eu’. Isto mostra a banca examinadora que o candidato não segue uma mesma ideia;

7) Coloquialismo, gírias ou clichês:

Outro erro comum é usar aspas na hora do uso de uma gíria, mostrando que vestibulando sabe que é uma gíria. Evite-os, até mesmo, entre aspas.

8) Escreva de forma legível:

É muito importante que o vestibulando preste atenção na hora de escrever o texto, principalmente na hora de passar do rascunho para a folha de prova. Seja letra cursiva ou de forma, é fundamental que seja legível. Ao errar uma palavra, a dica é para riscá-la e continuar escrevendo o texto.

 





     


Deixe seu comentário
Seu endereço de e-mail não será publicado.




    Seja o primeiro a comentar!